Oportunidades. Você quer subir no trem e seguir em frente, ou deseja assistir o futuro se distanciar cada vez mais de seu presente?

As oportunidades são como trens que nos levam para nosso destino. A questão é saber qual é o trem devo embarcar? Bem, se tiver claro em sua cabeça o destino de sua viagem, você saberá qual trem não deve perder. Por outro lado, uma vez perdido o trem, terá que esperar pelo outro. No dia-a-dia, os trens levam poucos minutos para surgir no horizonte, porém, da mesma forma, aquele que está atento e em constante atualização, as oportunidades surgem com mais freqüência, no entanto, aquele que não se atualiza, não busca novos conhecimentos, as oportunidades podem até surgir, mais não terá o bilhete para embarcar.

embarque.jpg

Essa introdução foi apenas para fazer uma metáfora, de como precisamos estar atentos para algumas tarefas importantes para que possamos estar sempre com o bilhete nas mãos, para não perder as oportunidades. A questão é simples. Você precisa estudar constantemente para que manter-se sempre pronto para as oportunidades.  Profissionais que estão em sempre aprendendo algo novo. E não me refiro aqui apenas a estudos de suas áreas específicas, ou de títulos de pós-graduação, mas sim, de qualquer tipo de conhecimento que venha acrescentar algo em suas vidas, de modo que possa crescer um pouco seu nível de entendimento sobre o mundo.  Pois, muitas vezes, as oportunidades surgem em nossa cara, mas não sabemos interpretá-las, ou até percebê-las, e ai ficamos sentados na estão como se aquele trem que passará não fosse o nosso.

Desse modo, estar atento as mudanças no mundo dos negócios, as adaptações do mercado, novas demandas profissionais que se exige de um emprego, é essencial para que seja uma pessoa adequada para as oportunidades que surgirem. Vejam, embora seja enxugar gelo o que vou escrever aqui, mas há muitas pessoas que ainda não sabem utilizar corretamente programas básicos de informática. Estou falando de coisas simples, nada de algo muito sofisticado como desenvolver um software de controle de estoque, refiro-me a utilização de editor de texto, programas de apresentação de slides e programas que permite trabalhar com planilhas. Profissionais que para montar um gráfico, precisa chamar o sobrinho de 11 anos que na sua concepção domina tudo sobre tecnologia da informação. Bem, se tem medo de aprender algo novo, como a utilização de um simples programa, isso significa que está querendo embarcar em um trem cuja linha fora desativada. Uma vez que mercado exige alguns conhecimentos básicos de informática e você não os possui, ou você entra em curso para aprender tais habilidades, ou está fora do mercado. Simples assim. Quem faz a peneira é o próprio mercado.

Mas isso não é motivo para sair correndo e desistir de tudo. Ao contrário, já pensou vem ver essas dificuldades básicas, mais operacionais, como um novo desafio para seu próprio crescimento. Isso mesmo. Aceitar que está desatualizado e precisa entrar em um curso, nem que seja básico, aproveitar esse novo conhecimento para acrescentar uma nova habilidade em seu currículo, sem medo. Pois há quem coloque dados em seus currículos que não correspondem a realidade, ai, a seleção faz a peneira. O recrutador pede para você redigir um texto, ou montar um a apresentação de um produto, e você, que não dava importância para esse detalhe, vê sua oportunidade indo embora, pois chegou atrasado na estação, ou seja, acabou o sonho do novo emprego porque não teve interesse em conhecimentos básicos de informática. O mercado não perdoa, não tem credo nem compaixão. Ou sabe fazer, ou não sabe. Não há meio termo ou flexibilidade nessas horas.

Pior se já estiver empregado, e fora orientado a investir em uma formação, pois seu líder viu em você uma capacidade de crescimento na empresa e você ignorou, ou impôs criou uma dificuldade, dizendo que: não tenho tempo, não tenho dinheiro, não gosto de estudar, não sou capaz, ou a pior das desculpas que se pode dar a si mesmo, “está bom assim como está”. Todas as dificuldades acima você pode resolver, isto é, falta tempo você pode negociar na empresa, sair mais cedo, ou mais tarde, ou fazer um curso a distância. Pode ser resolvido, não gostar de estudar, pode ser apenas uma questão de começar, e de se deixar levar para novas oportunidades. Estudar é algo bom e prazeroso para quem pretende algo mais. Logo, é preciso apenas um pouco de vontade. Dinheiro, você pode buscar uma bolsa na própria empresa, pelo governo, ou passar um aperto por algum tempo, fazer um sacrifício, mas também não é o pior problema. Agora, achar que está bom como está, é o mesmo que sacramentar que não quer crescer, não quer aproveitar a oportunidade, não quer subir no trem. Prefere ficar sentado ali, no mesmo lugar, esperando o dia que alguém tome até seu posto. Lembre-se, ninguém é insubstituível.

Desse modo, entendo que a locomotiva puxa os vagões desse mercado ultra competitivo e se quer embarcar nesse novo ambiente econômico, você primeiro conhecer quais competências são exigidas nesse mercado, quais competências você tem que se adéquam a ele(mercado), quais competências você precisa melhorar, adquirir, mas principalmente, você deve decidir se quer conviver com o novo, com as novas tendências, ou seja, se quer subir no trem e seguir em frente, ou se deseja assistir o futuro se distanciar cada vez mais de seu presente. A decisão é sempre sua. Pense nisso.

 

Anúncios